Publicado por: inwhitelight | 18 de Abril de 2009

O questionário do inferno

– Era pagar isto e isto em separado, posso pagar metade em dinheiro e o resto com cartão? Aceitam VISA? Olhe, era para oferecer, fazem embrulhos? Não? Olha que coisa… Tem talão sem preço? Quanto tempo tenho para trocar? E é preciso factura? E a tinta do talão não vai sair? Olhe que vai que isto é fraquinho, acho que vou pedir factura. Isto dará para IRS? Tire-me factura. Tem de ser naquele balcão? Naquele ali? E quanto tempo tem de garantia? Ai e essa caixinha não vai comigo? É um alarme? Quer dizer que se eu saísse com ela tocava? E não me pode arranjar uma que não toque? Meta em sacas separadas. Posso tirar mais uma saquinha, é que às vezes dão jeito…

– (Inwhitelight sorri e responde a todas as questões enquanto pensa: Ó mulher do caraças, cale-se com a porcaria do questionário, não vê que entretanto já ficou uma fila enorme de gente que quer ser igualmente atendida? Chiça, penico, que só me saem pragas!!!!!)

Todos os dias há no mínimo uma cliente que me faz este questionário. Não falham uma pergunta. E é nessas alturas em que eu descubro porque é que há divórcios e pessoas que ficam maluquinhas da cabeça.

Anúncios

Responses

  1. Arre porra… E o rabinho lavado com água de malvas, não ???

  2. lol!!!!!!!!!!!
    o local onde trabalhas deve ser um divertimento só!

  3. LOL Não admira nada, não. C’um caneco!:P

  4. Oh pah!
    Ninguém merece!


Categorias

%d bloggers like this: