Publicado por: inwhitelight | 4 de Abril de 2009

Carta para a minha amiga

Minha querida amiga,

espero que esteja tudo bem contigo. Há já algum tempo que não falamos, e por isso não sei se as ideias se mantêm.

Escrevo-te hoje porque me recordei do que me disseste tempos atrás e comparei-o com os nossos actos. Falaste-me de liberdade, e sim eu disse que era o que eu mais prezava, e que por isso não me tencionava casar ou ter filhos. Eu seria uma mulher de carreira. Tu preferias ter tudo: a carreira, o marido, os filhos: duas meninas e um rapaz. Ser livre pouco importava.

Parece que as coisas se inverteram. Sim, eu não arrisquei tanto quanto tu, porque amo. Eu escolhi o amor e toda a prisão que ele representa. Tu libertaste-te, escolheste esse outro caminho.

Estás feliz? Eu posso não o ser  8h por dia mas as restantes 16h são compensadoras. Tem coisas más? Muitas! Nada que um beijinho de boa noite não resolva.

Tu conheces a minha veia retro e já diz a Janis Joplin na fantástica”Me and Bobby McGee” que ” Freedom is just another word for nothing left to lose“. E eu completo que não ter nada a perder é muito triste.

Sempre presente, a tua amiga.


Anúncios

Responses

  1. bem….
    espero que a tua amiga leia a tua carta e espero que tu sejas imensamente feliz….

    porque as tuas decisões foram as mais correctas 🙂

    Beijinhos e bom domingo!

  2. Não compreendo o que estás a tentar dizer com este post, sinceramente. Tem duas interpretações e uma delas não me agrada nem um bocadinho…

  3. Abobrinha, este é o meu blog. Eu debito para aqui ideias, pensamentos, ocorrências e tudo o que me apetecer. Não quero dizer nada em especial com este post. Recordei-me de uma conversa com uma amiga. Em que eu dizia que não queria namoros e tal para ficar livre de progredir na carreira e ela o contrário. Eu podia arriscar mais na minha àrea mas para isso teria decididamente sair da minha área de residência, mas não o faço porque o meu amor não o quer. E eu entre uma coisa e outra escolhi o amor… e ela o contrário. Tão somente é isso que quer dizer no fundo. E não estou a tentar agradar / desagradar ninguém. Estou a dizer o que me apetece 😉

  4. E fazes bem. O importante é que estejas feliz.

  5. Esse é o tipo de coisas que convém acertar, porque quando se repara que a resposta não foi a correcta, já costuma ser demasiado tarde. Parece-me que fizeste a certa, seja como for :p

  6. Grande post. Mesmo.

  7. Obrigada XS!


Categorias

%d bloggers like this: